Alexitimia e alcoolismo: a relação psicoterapêutica como «aparelho de desintoxicação emocional»

Com base nos estudos que indicam que a alexitimia é um factor predisponente ao alcoolismo, o autor realiza uma reflexão sobre este tema a partir da sua experiência clínica com pacientes alcoólicos na Unidade de Alcoologia do Porto Dr. José Barrias. Partindo de um ponto de vista psicanalítico em diálogo com os contributos das neurociências, o autor enfatiza uma perspectiva da alexitimia como resultado da progressiva obstrução do diálogo entre o corpo e a mente mediado pelas emoções que compromete a mentalização e que se traduz numa estruturação psíquica caracterizada por mecanismos mentais que procuram proteger o psiquismo de perturbações e escapar ao sofrimento e à dor.

2017-12-28T10:42:52+00:00